quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Respondendo aos protestanes

Uma boa resposta aos protestantes?
Vocês dizem que não é pecado a fabricação de imagens, nem a genuflexão,em frente a elas, e nem as procissões, baseados nos textos da ordem de fazer a arca, com querubins e etc.E que os antigos saiam com a arca de Deus pelo meio das ruas (algo assim). Concordo plenamente. Mas me digam: onde é que, em frente às imagens dos seres celestiais ou da arca, alguém pede algo a estes, porque vocês assim o façam?Respostas: Como muitos gostam das respostas através da Bíblia, vamos a ela para analisar a questão sobre conversar ou pedir alguma coisafrente a uma imagem. Começamos com (Êxodo 25,22) que diz o seguinte: "Ali virei ter contigo, e é de cima da tampa, do meio dos Querubins que estão sobre a Arca da Aliança, que te darei todas as minhas ordens para os Israelitas".


Explicação: A parte que diz, "Ali virei ter contigo", e a outra, "te darei todas as minhas ordens para os Israelitas" mostra que Moisés está pedindo uma resposta, e ao mesmo tempo está conversando com Deus, através de uma imagem (Querubins) e este mesmo Deus está passando as instruções para Moisés. Você concorda? Se assim não o fosse, esta passagem de (Êxodo 25,22) teria que ser retirada da Bíblia, pois Deus prometeu a Moisés que falaria com ele através daquela imagem (Querubim). Com certeza Moisés também estaria fazendo algum pedido.
Vocês dizem que é ordem bíblica que cada irmão interceda pelo outro e vocês também dizem que há consciência após a morte. Concordo plenamente. Mas, por favor me digam, onde tem na bíblia um servo de Deus pedindo intercessão a outro servo de Deus depois de morto, como vocês inferem que seja? Nem a Abraão, nem a Elias, nem a Eliseu, nem a Davi, nem a nenhum dos Apóstolos foi pedido nada depois destes mortos. Me expliquem , por favor, porque vocês ainda assim o fazem.Respostas: Esta segunda pergunta está equivocada, porque em (Tobias - Mostrar texto das mensagens anteriores - 12,12)) diz o seguinte: " Quando tu oravas com lágrimas e enterravas os mortos, quando deixavas a tua refeição e ias ocultar os mortos em tua casa durante o dia, para sepultá-los quando viesse a noite, eu apresentava as tuas orações ao Senhor". Explicação: O Anjo está falando com Tobias, e como você pode perceber, Tobias estava orando e intercedendo pelos mortos.Mas vamos supor que você não aceite esta passagem, e diz que ela está somente na Bíblia Católica com os 73 livros, não existindo na Bíblia protestante com os 66 livros. Vamos então para a sua Bíblia e conferir: em (2 Tim 1,18). Nesta passagem, Paulo ora a Deus pelo amigo Onesífero. "Que o Senhor lhe conceda a graça de obter misericórdia do Senhor naquele dia".Se você comparar os versículos 25 a 18 do capítulo 1º, com o versículo 19 do capítulo 4º desta mesma Epístola, vê-se que Onesífero já era morto, porque nestes textos, Paulo se refere nominalmente a outras pessoas, e quando seria o caso de nomear Onesífero, seu grande amigo e benfeitor, ele não o faz, mas só se refere "à casa" e "à família de Onesífero". Daí podemos ver que Onesífero não era mais do número dos vivos. E Paulo ora por ele, pedindo que o Senhor tenha dele misericórdia.
Vamos também em (Êxodo, 32, 11-14) quando Moisés pede a Deus que poupe o povo culpado em atenção aos Patriarcas Abraão, Isaac e Jacó, todos já falecidos. Pergunto! Porque Moisés não pediu a Deus somente para os que estavam vivos? E não deixou os mortos , Abraão, Isaac e Jacó de lado?Vamos à sua terceira pergunta de acordo com a Bíblia!Não achei isso em nenhum estudo apologético vosso. Vocês católicos, atribuem poder aos vossos santos, como muito vejo, pedindo milagres, proteção, ajuda, graças, coisas que vão além da intercessão. Onde há na Bíblia que qualquer pessoa a não ser Deus tem essas capacidades?Respostas: A Bíblia afirma que os Santos "julgarão o mundo" Confira em (1 Coríntios 6,2) Além disso, eles estão nas mesmas condições dos Anjos, conferir em (Mateus 22,30) que diz o seguinte: "Na ressurreição, os homens não terão mulheres, nem as mulheres maridos; mas serão como os Anjos de Deus no Céu". E em (Hebreus 1,14) diz "que eles exercem um Ministério em favor da nossa salvação". Concluindo: Se os Santos estão nas mesmas condições dos Anjos lá no Céu, e exercem um ministério em favor da nossa salvação, então podemos pedir proteção e ajuda tanto a eles como os Anjos, pois são Intercessores perante a Deus (Não confundir com mediador, pois isto se deve exclusivamente a Jesus Cristo).
Vamos à 4ª pergunta:Eu queria que vocês diferenciassem veneração, quando vocês dizem ser o culto aos santos, de adoração, quando vocês dizem ser o culto a Deus. Mas não são diferenças da etmologia das palavras, que eu sei que no site tem, são as diferença de atos. Tipo assim, qual é o ato no culto católico que é de adoração e qual é o ato que é de veneração. Por favor me corrijam se eu estiver errado. Vejo vocês louvando aos santos, o que na Bíblia toda diz que só Deus é digno, de honra, glória, e louvor.Respostas: Venerar é honrar, saudar homenagiar, bem-aventurar etc. Enquanto adorar é oferecer sacrifício. Só a Deus é oferecido Sacrifício pela sua Igreja. E o Sacrifício que a Igreja oferece é a Santa Missa que está centrada na Eucaristia que é o corpo e o sangue de Cristo. Para você entender melhor, abra sua Bíblia em (Jo 6,52-59) e verá que Jesus responde aos Judeus, reafirmando o que antes tinha dito. "Quem não Comer da minha carne e não Beber do meu sangue não terá a vida eterna". E afirma ainda, que sua carne é verdadeiramente uma comida e seu sangue verdadeiramente uma bebida". Confira também em (Mateus 26,26) (Marcos 14,22) (Lucas 22,19) (1 Cor 11,23) (1 Cor 11,27-29). Note-se que quando Deus mandou sacrificar o Cordeiro da Páscoa no Egito e marcar as portas com seu sangue, ele mandou comer da carne do Cordeiro (Ex 12,1-11). Ora, o Cordeiro era figura de Cristo que é ocordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 1,29). É evidente que o sacrifício de Cristo é um acontecimento único, que não precisa jamais ser repetido. Na Santa Missa, não há repetição do sacrifício; Jesus não é imolado de novo. A sua imolação única, porém, passa a estar novamente presente, por graça de Deus, para que possamos, nós também, receber seus frutos dois mil anos depois. Adoração, não é simplesmente o fato de nos ajoelhar-mos diante de uma imagem de um Santo ou de Maria. A Igreja Católica somente oferece Sacrifício a Deus, não a Maria e aos Santos.
Por fim, vamos a sua última pergunta!Por último eu queria falar a respeito de Maria. Sei que Maria foi uma mulher diferente das outras, pois a Bíblia diz que ela foi "Bendita entre as mulheres". Mas me digam porque ela tem poder de fazer algo por nós, excluindo a intercessão que vocês dizem, se ela mesmo disse que pedíssemos tudo a seu Filho? Porque vocês pedem a ela proteção, e atribuem, especialmente, poder de fazer milagres?Respostas: A Igreja nunca ensinou que Maria tem poder próprio, e nunca nenhum Católico afirmou isso. Os milagres que acontecem através dela vem do poder de Deus pela sua intercessão, assim como você intercede por uma pessoa e Deus atende também. Ou seja: você é o intercessor entre Jesus e outra pessoa, mas Jesus é o mediador entre você e Deus Pai. Assim a sua intercessão pode ser atendida Eis a diferença! É lamentável que muitos protestantes não compreendem.A intercessão é tão clara, que podemos lembrar as bodas de Caná (João 2,1-11) Não foram os noivos que vieram pedir o milagre diretamente a Jesus, mas usaram da intercessão humana da Mãe de Jesus. E ele atendeu, mesmo não chegando a sua hora. Jesus é o Mediador, mas de Rendenção, o que não exclui a intercessão dos Anjos, Santos e Maria, como ficou provado.Eis aí as respostas, e todas elas dentro da Bíblia.

Nota: As imagens são retiradas da página do google/imagens com a intenção de evangelização e não para fins lucrativos. Caso alguma delas seja de direito autoral, e seja necessário permissão, favor comunicar o responsável do Blog para devidas providências.

Nenhum comentário: